Telefone:  11 4555-2277  /  11 4555-1030

  

Menu
  • Publicado em Notícias
  • Ler 65 vezes

Cansaço Mental

Cansaço Mental

Parece contraditório, mas ficar somente em casa pode ser mais cansativo do que parece.

A casa, que antes era somente um local de refúgio e descanso, se transformou em escola, ambiente de trabalho e espaço de lazer.

A rotina das pessoas agora é praticamente toda digital, desde reuniões de trabalho, aulas, conversas com os amigos, terapia, festas e até baladas.

A quarentena fez com que todas as coisas que as pessoas faziam no dia a dia, se concentrassem em três objetos: o computador, o celular e o tablet.

O uso da internet facilitou a vida de todos, mas trouxe uma consequência negativa: as pessoas ficam muito mais tempo conectadas.

Esse fluxo constante de informações, mantém o cérebro ativo por mais tempo, sobrecarregando ainda mais a mente.

Além disso, ainda existem os sintomas de estresse e de ansiedade causados pela pandemia.

Com tudo isso, o cérebro acaba gastando mais energia para lidar com toda essa demanda e rotina do dia, o que explica o porquê de mesmo trancados dentro de casa, sem fazer muito esforço físico, as pessoas se sentem mais cansadas.

O cansaço mental pode comprometer o desempenho em vários aspectos da vida. Os sinais surgem com o tempo e podem vir em conjunto. São eles:
Falta de paciência; Excesso ou falta de apetite; Desânimo; Cansaço excessivo; Sonolência na hora dos estudos ou trabalho; Insônia; Dificuldade de concentração; Problemas com a memória; Alterações constantes de humor; Irritabilidade; Angústia e Tristeza.

Algumas dicas para diminuir o cansaço mental:

  1. Reveja suas atividades e evite absorver aquelas em que você não poderá dar conta.
  2. Ordene as suas prioridades: organize as suas responsabilidades para que tenha uma rotina mais tranquila, sem prazos estourados e com menos correria.
  3. Cuide da alimentação: tenha uma alimentação equilibrada e saudável e beba muita água.
  4. Faça atividades físicas: quando nos exercitamos, nosso cérebro libera um hormônio chamado endorfina. Ela tem uma ação analgésica que dá a sensação de bem-estar e alegria.
  5. Veja o mundo por outro ângulo: rever a maneira de como lidar com os problemas rotineiros e as frustrações é uma boa alternativa ao estresse.
  6. Invista em pequenos prazeres: ler um livro, ver um filme com a família, dançar ou mesmo tomar um banho quente, são momentos que trazem bem estar e relaxamento.
  7. Durma bem: é durante o sono que nosso cérebro potencializa o aprendizado, a memória, recupera as energias e dá o descanso merecido para a mente.
  8. Fique confortável: escolha um espaço no qual você possa se dedicar sem interrupções, que seja afastado dos barulhos e livre de distrações.
  9. Faça pausas: sem pausas programadas, fica difícil manter a concentração e o bom rendimento no trabalho ou nos estudos.
  10. Atente as suas emoções: mesmo em tempos de pandemia, algumas pessoas continuam com uma auto cobrança por um desempenho exemplar tanto nos estudos quanto no trabalho, cuidado com excessos!
  11. Faça meditação: uma boa alternativa é meditar antes de começar o dia. Esse processo ajuda a “desligar” a mente e desenvolver a autoconsciência.
  12. Tomar banho de sol por 15 mim todos os dias: o sol é fonte de saúde e bem estar. A luz solar ajuda na produção da vitamina D, que é considerada o principal estimulador do sistema imunológico, podendo prevenir várias doenças, além de fortalecer o organismo, melhora o humor e regula o sono.

O cansaço mental pode levar a uma baixa imunidade e, com isso, o organismo fica vulnerável ao surgimento de doenças, inclusive a covid-19.

Então fique atento aos sinais de alerta e não deixe o cansaço mental afetar a sua saúde física e psicológica.

 

Andréa Oliveira
Psicóloga Escolar